Tráfico de animais, peles, trofeus Crime hediondo

OLHAR ANIMAL - Polícia investiga tráfico internacional de animais silvestres em Curionópolis, PA

Polícia investiga tráfico internacional de animais silvestres em Curionópolis, PA

PA Curionopolis policia investiga trafico internacional animais silvestresPolícia investiga tráfico internacional de animais silvestres em Curionópolis, PA (Foto: Reprodução Internet)

O material apreendido na última sexta-feira (26) em Curionópolis, sudeste do Estado, foi periciado nesta terça-feira (30). A perícia criminal analisou cinco cabeças de onça pintada, uma de onça parda, cinco crânios de onças e seis peles de felinos.

Uma operação da Polícia Militar encontrou as partes dos animais escondidos dentro do congelador de uma casa. Depois que o material foi descongelado a perícia descobriu que cada uma das peles apreendidas é um animal diferente. Pelo menos 19 onças foram mortas.

Para a Polícia, a ação pode ter sido realizada por uma quadrilha especializada em tráfico interncacional de animais silvestres. "Temos um padrão de corte de cabeça, de couro com cabeça até a pata, temos patas, temos testículos, que nos induz a uma possível biopirataraia aqui na região. Além dos crânios dissecados, que servem como troféu", explica o perito criminal Felipe Sá.

De acordo com a polícia, um dos homens suspeitos do crime contra a fauna informou em depoimento apenas que tinha o costume de caçar. "Eu percorro a região há mais de cinco anos, temos mais de um milhão de hectares e nenhum crime parecido com esse já vimos", afirma Vitor Garcia Neto, agente de fiscalização do ICMbio.

Para o chefe da Floresta Nacional do Carajas, Frederico Drumond, essa perda para a fauna brasileira é inestimável. "É um animal que vai sendo retirado da natureza nessa voracidade e a capacidade de reposição não é das melhores, o que fortalece a tendência de ameaça de extinção que a espécie já se encontra", comenta.

No Comments Yet.

Leave a comment