Conseqüência do Desmatamento da Floresta Amazônica

or0hc

Desmatamento da floresta tropical pode tornar o Sudeste inabitável pela falta de água

A região de maior desenvolvimento econômico da América do Sul seria um imenso deserto sem a floresta amazônica e a cordilheira dos Andes. Esta é a teoria surgida em estudo feito no Instituto de Pesquisa da Amazônia (Inpa) e no Instituto de Física Nuclear de São Petersburgo, na Rússia.

Os estudos mostram que mais de 60% do transporte de umidade para algumas áreas do planeta é realizado pela ação direta da floresta. Ela seria uma fonte de vapor muito forte, além de promover uma sucção de umidade na atmosfera em suas cercanias. Com isto, a vegetação amazônica acabaria sendo um dos componentes na formação, inclusive, de ventos alísios que sopram de leste para oeste e distribuem a umidade de maneira transcontinental.

Para se ter uma idéia da dimensão desta evaporação no território florestal, o volume diário do rio Amazonas atinge 17 bilhões de toneladas, enquanto a vegetação lança à atmosfera 20 bilhões de toneladas por dia em moléculas de água – algo, inclusive, já cientificamente comprovado ser maior que o índice ocorrido na mesma faixa no oceano Atlântico. Um dia da energia despendida nesta evaporação – que forma as nuvens e auxilia na circulação atmosférica – representa o esforço feito pela Usina de Itaipu, em carga plena, durante 145 anos.

Fonte: http://www.dci.com.br/…/desmatamento-da-floresta-tropical-p…

Foto de Sociologia e Geoinformação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *